Descobrir

O que visitar | What to see

Igreja de Santa Maria de Marvila

De fundação medieval, foi reconstruída cerca de 1509 com o patrocínio do vice-rei da Índia D. Francisco de Almeida. As linguagens do manuelino estão bem expressas em toda a igreja, sobretudo no portal da fachada e nas abóbadas das capelas da abside. O interior do templo apresenta três naves, divididas por arcos plenos que se encontram assentes sobre grossas colunas com bases animadas de “garras-enrolamentos" e encimadas por belos capiteis jónicos. As paredes estão revestidas de azulejos de várias cores e de enxadrezado azul e branco, colocados em quatro fases (1617, 1620, 1635 e 1639). O pórtico do templo de Marvila é esplendorosamente belo e elegante, com arcos policêntricos trilobados que são envolvidos por uma decoração de base vegetalista, típica da tendência ornamental do gótico final europeu. O órgão de tubos instalado no coro alto é um instrumento característico da organaria portuguesa construído em 1817 por António Xavier Machado e Cerveira (1756-1828). Originalmente pertencia ao extinto Convento de Santa Clara de Santarém e foi posteriormente doado à Igreja Paroquial de Marvila, após restauro.

  • Horário: 10:00 -12:30 | 14:00 – 17:30
  • Encerra: 2ª., 3ª. e Feriados


NOSSA SENHORA DE MARVILA CHURCH

It is the most important testimony Manuelino in Santarém overhanging the portic of the main frontage. Inside stands flooring tiling XVII century (which gave him the epithet of "cathedral tile seventeenth century" in Portugal). The tiles, now type enxaquetated (blue and white), oblique placement and rhythm contrasting chapels in the head, now type pattern, repeating motifs polychrome (blue, yellow and white), beaded studded form "mats" lining their aisles.


  • Opening Hours: 10:00 am - 12:30 am | 14:00 pm – 17:30 pm
  • Closes: Mondays, Tuesdays and Holidays